Aparajita

अपराजिता

Compostos fenólicos e capacidade antioxidante de extratos de flor de Clitoria ternatea

Resumo - A Clitoria ternatea L. (CT) é uma planta nativa da Ásia Tropical, popularmente identificada no Brasil como feijão-borboleta. Seus extratos possuem uma ampla gama de atividades farmacológicas, além disso as flores da CT possuem significativa quantidade de compostos fenólicos e antocianinas. O objetivo geral deste estudo foi avaliar o efeito da concentração de etanol na extração decompostos fenólicos da flor de CT e determinar a capacidade antioxidante in vitro por intermédio da metodologia de redução do ferro (FRAP) e pelo método de eliminação do radical livre 2,2-difenil-1-picril-hidrazil(DPPH). Os resultados apresentados pela pesquisa evidenciaram que a água em temperatura ambiente mostrou-se como melhor solvente para extração de compostos fenólicos das flores de CT. Entre os métodos de atividade antioxidante avaliados, apenas o FRAP mostrou forte correlação com a concentração de compostos fenólicos totais. Os resultados deste estudo demonstram extrema relevância devido a capacidade de extração de bioativos que podem ser empregados na indústria alimentícia.

Conclusões - Neste estudo, a água em temperatura ambiente mostrou-se como melhor solvente para extração de compostos fenólicos das flores de Clitoria ternateaL. Entre os métodos de atividade antioxidante avaliados, apenas FRAP mostrou forte correlação com a concentração de compostos fenólicos totais. Sugere-se a continuidade deste estudo empregando diferentes tempos e temperatura de extração, visando maximizar a concentração de compostos bioativos e avaliar a sua aplicabilidade em alimentos e bebidas.Destaca-se também a possibilidade de empregar tecnologias emergentes como ultrassom e aquecimento ôhmico para incrementar o rendimento de extração dos compostos bioativos de CT.

ACESSE O ARTIGO ORIGINAL

NASCIMENTO, J. V.; GIULIANGEI, V. C.; KATO, T.; CALLIARI, C. M.; SHIRAI, M. A. Compostos fenólicos e capacidade antioxidante de extratos de flor de Clitoria ternatea. Research Society and Development, 10(11):1-7, 2021.